top of page

ESTRELAS QUE SE IMORTALIZARAM NO CINEMA | GAITANO ANTONACCIO

LIVROS & ESCRITORES

CLÁUDIA CARDINALE


A atriz Claude Josephine Rose Cardinale nasceu em Túnis, na Tunísia, no dia 15 de abril de 1938, sendo filha de pais italianos. Em 1957, aos 19 anos de idade, venceu um concurso realizado na Tunísia, intitulado A Mais Bonita Garota de origem italiana, cujo prêmio foi uma viagem ao Festival do Filme de Veneza, o que acabou se constituindo num incentivo para que se interessasse pela sétima arte. Para realizar seu sonho de ingressar na carreira cinematográfica, começou a frequentar uma escola de cinema em Roma, fazendo sua estreia em 1958, figurando num papel de pouca relevância, mas capaz de mostrar o seu talento, sem esconder seus dotes físicos e sua beleza exuberante.


Devido à educação francesa que recebera na Tunísia, durante muitos anos ficou bastante influenciada pelo sotaque e quase não falava italiano, idioma que aprendera com seus pais. Nas suas primeiras atuações na Itália, foi necessário dublar suas palavras, para melhor entendimento dos fãs. Mas em seguida aos primeiros trabalhos, ao participar de uma filmagem para tela de oito metros e meio de dimensão, já não houve necessidade de dublagem, pois ela já conseguia pronunciar bem o idioma italiano. Entretanto, como falava fluentemente o idioma francês, a atriz fez vários filmes produzidos na França. (...)


BIBLIOTECA RAIMUNDO COLARES RIBEIRO

Transcrito do livro ESTRELAS QUE SE IMORTALIZARAM NO CINEMA, de Gaitano Antonaccio, Imprensa Oficial do Estado do Amazonas, Manaus, 2011, página 61.


Commentaires


bottom of page